Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
JOÃO NUNES VENTURA

AINDA TENHO ESPERANÇA, DE VOLTAR A SER CRIANÇA
ventura - JOÃO NUNES VENTURA
RSS - As recentes de:JOÃO NUNES VENTURA
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



JOÃO NUNES VENTURA
Aniversário: 27/03
Cadastrado desde: 20/04/2011 -

Texto mais recente: OS MEUS DOIS AMORES

Textos & Poesias || Poesia

Imprimir
MINHAS PEQUENAS POESIAS IV
16/11/2017
Autor(a): JOÃO NUNES VENTURA

MINHAS PEQUENAS POESIAS IV

   MINHAS PEQUENAS POESIAS IV
                  João Nunes Ventura.
        
      A FÉ DE TER TUDO DE NOVO   
Num instante razão posso perder
Porém jamais o significado da vida,
Posso perder as pessoas queridas
Mas nunca o amor do meu querer,
Perco muitos colegas posso sofrer
Perco a força com prantos desiludidos,
Mas não perco a fé nos meus sentidos
E se eu perder os sonhos de criança,
Eu jamais vou perder a esperança
De ter de novo os verdadeiros amigos.

      A ROSA E A MULHER      
Ao sentir o meigo perfume da flor
Vale a pena essa vida maravilhosa,
E assim a mulher é como uma rosa
Se bem amada na vida ela floresce,
De coração ame a rosa e a mulher
Se desprezadas na vida murcharão,
Dê a rosa a mulher do seu coração
Com beijos de amor ela agradece.

      A ALMA SE ENCANTA
No rumo da alma da gente
Ninguém manda nem mexe,
Assim sendo não se avexe
O sol do dia já se levanta,
Cante como um passarinho
Ame abrace abra um sorriso,
Seu sonho seu doce paraíso
Abrigo sua alma se encanta.

      A MAGIA DE ANDALUZIA
Ai quem me dera
Escalar esse monte,
Juntinho a fonte 
Da linda Andaluzia,
Que doce sonho
Sua luz sua nobreza,
Cantinho da natureza
Onde o sol visita o dia.

      ABRO UM SORRISO
Livre pelas montanhas
Vou a brincar satisfeito,
O coração no meu peito
Minha doce esperança,
Admirar as águas azuis
Na face abro um sorriso,
E recordo nesse paraíso
Os meus dias de criança.

      ADORO VOCÊ   
A minha amizade por você
Mesmo virtual ela é segura,
É verdadeira suave e pura
É a felicidade de enxergar,
E na vida ela um bem fará
Na esperança e na oração,
Adoro você formoso coração
Comigo sua amizade viverá.

      BELAS FLORES   
Numa noite estrelada de prata
A lua visita o meu lindo jardim,
Vem de branco rindo para mim
E quer namorar as belas flores,
Fico pensando a lua tem ciúmes
Do meu amor às flores formosas,
Em meu delírio eu beijo as rosas
Que por mim suspiram amores

      BERÇO DE AMORES   
Como filho que volta ao seu ninho
Parti com meu sorriso para o sertão,
Viajei com a fantasia no meu coração
No meu olhar os encantos sonhadores,
Logo a lembrança no meu peito nasce
Na linda manhã saudosa e iluminada,
Na exultação o abraço na terra amada
Berço querido de sonhos e de amores.

      BERÇO DA DOCE IRACEMA
Eu canto a minha lembrança
Nas trovas do meu poema,
O berço da doce Iracema
Cantinho da sua esperança,
Na crença a minha confiança
Da terra do saudoso Alencar,
Poeta de Deus da lua do mar
Pátria querida do seu coração,
Hoje estrela na constelação
Pingo de luz num raio de luar.

      BLOCO DAS FLORES   
Que lindo bloco das flores
Dos duradouros carnavais,
Os meus desejos são iguais
Aos sonhos de tuas cores,
Teu estandarte é mais vida
Na beleza de tuas fantasias
Lembranças das melodias
Saudades e cantos amores.


Publicado no site: O Melhor da Web em 16/11/2017
Código do Texto: 135963
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA!
DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!

Comente esse Texto - Total comentários: 1


Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs
  • Adicionar como fã (necessita estar logado)
    Vai para a página Geral dos Fãs!
    Bia Nahas
     
     
Sou Fã de...