Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
ADALBERTO ANTÔNIO DE LIMA

NEM ALGEMAS NAS MÃOS DE UM POETA
Adalbertolima - ADALBERTO ANTÔNIO DE LIMA
RSS - As recentes de:ADALBERTO ANTÔNIO DE LIMA
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



ADALBERTO ANTÔNIO DE LIMA
Aniversário: 15/05
Cadastrado desde: 17/11/2008 -

Texto mais recente: OS ROCHEDOS DE MORRESAL



Perfil
Eu sou o poema não escrito, a voz abafada,o grito,

a calmaria.Eu sou a noite, o dia, a queda livre

Sou o voo rasante, a guinada,a nascente e a foz de

um rio. Sou tudo...sou nada



Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs