Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
DIRCEU DETROZ

dirceu - DIRCEU DETROZ
RSS - As recentes de:DIRCEU DETROZ
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



DIRCEU DETROZ
Aniversário: 29/01
Cadastrado desde: 27/12/2012 -

Texto mais recente: O CÉU DAS ESTAÇÕES (Dirceu Detroz)

Textos & Poesias || Artigos

Imprimir
A SEDUÇÃO DO PODER (Dirceu Detroz)
19/06/2017
Autor(a): DIRCEU DETROZ

A SEDUÇÃO DO PODER (Dirceu Detroz)

Mesmo correndo o risco de amanhã os tucanos chegarem à conclusão que a pinguela não aguentará e mudarem de ideia, é preciso fazer algumas considerações sobre o papel do PSDB no atual momento da política brasileira.    Sua sedução pelo poder.

Desde que Michel Temer foi pego num papo animado com seu “bandido confidente”, o discurso dos tucanos é uma verdadeira comédia. Uma comédia trágica. No enredo, salas e porões dos palácios, e as confidências com a imoralidade.

Foi o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso quem primeiro se referiu a pinguela para denominar o governo de Temer. Não sei se é a idade, ou tem a ver com a sociologia. Ultimamente as declarações de FHC estão fora do contexto. Ou seja, a figura mais proeminente do tucanato não tem falado coisa com coisa.

Não se trata apenas de FHC. Outros caciques tucanos estão agindo da mesma maneira. Com maior ênfase para aqueles que defendem a continuidade da aliança com o PMDB. Uma aliança tão frágil que tem governado com os olhos nos noticiários. Aquele terror que a qualquer momento tudo pode desmoronar. E a lama, é principal responsável pelo sobrepeso encima da pinguela.

Alguns defendem a aliança como uma tábua de salvação. É o caso do senador Aécio Neves. Outros estão mirrando em 2018. Salvam Michel Temer agora, para governar o Brasil depois. A tática seria perfeita, se não tivesse de ser combinada com os adversários e os eleitores.

O novato João Doria, ainda não conseguiu se desvencilhar da velha política. Aquela em que todo “não” quer dizer um sim. Doria diz que deixar a aliança com o PMDB seria como trocar o ruim pelo péssimo. O problema nem é trocar. Quando algo está ruim ou péssimo, a obrigação é se afastar e propor algo novo e melhor. Mudar de galho.

Já o veterano Geraldo Alckmin dispara que o “compromisso do PSDB não é com o governo, mas sim com o país”. Que ótimo. Será que Alckmin está ciente do que a parte do país não inserida nos mercados financeiros, pensa desta aliança que está governando o Brasil ao sabor da imoralidade? Não! Ele não tem a mínima noção!

Não quero crer que tucanos e peemedebistas foram ingênuos a ponto de pensarem que o Partido dos Trabalhadores se contentaria em continuar apanhando calado. A hora do revide chegaria. Depois de uma década e meia de “amizade”, você sabe de coisas que o teu “amigo” nem imagina.

Talvez, quando Dilma foi retirada da presidência, os tucanos ainda conseguissem manter os bicos fora da lama. Apoiando uma aliança de imoralidade com Michel Temer e o PMDB, nem isso mais eles conseguem.


Publicado no site: O Melhor da Web em 19/06/2017
Código do Texto: 135154
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA!
DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!


Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs
  • Adicionar como fã (necessita estar logado)
    Vai para a página Geral dos Fãs!
    Catherine
     
     
Sou Fã de...