Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
EDUARDO EUGÊNIO BATISTA

A vida não procura a morte, se você sabiamente, não optar por merecê-la!
Setedados - EDUARDO EUGÊNIO BATISTA

Textos & Poesias || Poesia
Imprimir
GENETRIZ - Poesia nº 11 do meu segundo livro "Internamente exposto"
Autor(a): EDUARDO EUGÊNIO BATISTA
GENETRIZ - Poesia nº 11 do meu segundo livro "Internamente exposto"

É das sementinhas que ela fertiliza,
Em cuidadosos meses de gestação,
Que um nascimento se concretiza,
Pela dádiva de Deus à glorificação...!

O seu leite materno - o bebê consola,
Seu perfume de mãe é inconfundível...
É então nossa casa a primeira escola,
E ela, nossa professora insubstituível.

A cada ano que passar é uma vitória,
Qual fosse o lindo troféu conquistado;
Das nossas passagens é uma história,
E no seu peito feito cofre, é guardado...!

Em cada sorriso ela traz uma emoção,
Mesmo que haja tristeza disfarçando;
E é no vaivém do seu grande coração,
Que ela nos protege e vai confortando...!

Sua imagem a nós nunca desaparece,
Mesmo que ao céu ela tenha subido;
Lá e aqui, acastela-nos com a prece,
E sem de nenhum filho ter esquecido!

És rainha, madona do lar, fada de luz!
Eu exaltar-te-ei por toda a minha vida,
Respeitar-te-ei, ó anjo, que me conduz.
És tu, ó mãe, a minha alma repartida!




Eduardo Eugênio Batista

@direitos autorais registrados
e protegidos por lei

Publicado no site: O Melhor da Web em 11/10/2015
Código do Texto: 128474
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!
É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto
Meus Textos...




[ 1311 ] Texto s indicado s , porém não é o autor.




Galeria de Fãs