Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
JOSEMIR TADEU DE SOUZA

poetas, deveriam ser mais respeitados,pois espargem verdades, sob forma de sonhos.
josemiraolongo - JOSEMIR TADEU DE SOUZA

Textos & Poesias || Acrósticos
Imprimir
a buscar o que Deus me deu...
Autor(a): JOSEMIR TADEU DE SOUZA
a buscar o que Deus me deu...

Nada faz-se estarrecedor enquanto viajo...
o mesmo trem, o ressonar do apito.
O sorriso, o grito.
A mentira, defeito finito,
que delibera o que restou
e que tanto tentamos matar...

Olhos semi-cerrados,
visagem de campo açambarcado
pela confusa cor, que se afere às estações...
a lembrança das chaminés.
Das meninas, das usinas.
O peso no ar,
e o colo vazio...
que frio!

Adentro-me,    percurso solto,
que toma meu corpo revolto
e desvincula-me de tudo o que ouço...
sou manso, sou feroz.
Sou abruptamente para as línguas, que não discernem,
um tresloucado algoz...

Só sei que assim é minha viagem.
Por vezes, sentimentos lerdos...
por vezes momentos fertéis...
por vezes decepção...
mas sempre minha viagem.
Que não para, pois que dinâmica faz-se,
enquanto a dor tenta me alcançar...

Coitada dessa amargura.
Quantas vezes ela quis levar-me a loucura...
mas viajor que sou
já conheço de cor as trilhas,
onde moram os segredos de minha cura.

E lá vou eu...
feito um réu confesso,
viajante do espaço/terra/tempo.
A buscar o que Deus me deu.

josemir (ao longo...)





Publicado no site: O Melhor da Web em 28/01/2010
Código do Texto: 49762
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!
É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto
Meus Textos...







Galeria de Fãs