Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
EDUARDO EUGÊNIO BATISTA

A vida não procura a morte, se você sabiamente, não optar por merecê-la!
Setedados - EDUARDO EUGÊNIO BATISTA

Textos & Poesias || Poesia
Imprimir
O QUE SUCEDE
Autor(a): EDUARDO EUGÊNIO BATISTA
O QUE SUCEDE

Acabou-se o mistério.
A cor da corda no pescoço
desbota como aço na orla,
enferruja.
Acordes se fragmentam de mim.
O que sou ressoa,
onde não estou ecoa.
Cabeça, tronco voando,
perdôo os desmembros.
De promessas e proezas estou vivendo,
apunhalando cumprimentos
das leis fatídicas.
Eu toda azul,
os vermes.
E eu vazia e transparente,
plástico sensível.

PS. Meu cantinho dedicado às poesias e
textos literários de autoria da minha sobrinha
Ariane Batista, estudante universitária de História.



Publicado no site: O Melhor da Web em 23/04/2010
Código do Texto: 54175
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!
É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto
Meus Textos...




[ 1311 ] Texto s indicado s , porém não é o autor.




Galeria de Fãs