Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
JOSEMIR TADEU DE SOUZA

poetas, deveriam ser mais respeitados,pois espargem verdades, sob forma de sonhos.
josemiraolongo - JOSEMIR TADEU DE SOUZA

Textos & Poesias || Poesia
Imprimir
desaguar...
Autor(a): JOSEMIR TADEU DE SOUZA
desaguar...

Que a chuva ablua teu corpo e lance sobre ti,
trasgos e rasgos de mim...
e ostente eflúvios altivolitantes pelo seguir da caminhada,
que me levará a um objetivo, um fim...

E que sob a água natural, ponderes.
E que esse caminhar abarcado em acalmia,
nunca te desesperes, nunca te exasperes,
deixe teu corpo mesclar-se à chuva, que se infiltra no dia.

Que os trapos, farrapos, nacos e cacos,
sejam aviventados e arrastados pela força das águas.
Que os teus pensamentos sejam os contatos,
onde o absterger dos poros seja a impureza, que deságua.

Publicado no site: O Melhor da Web em 09/05/2010
Código do Texto: 3746
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!
É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!

Comente esse Texto - Total comentários: 1
Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto
Meus Textos...







Galeria de Fãs