Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
WILLIAM MENDONÇA

Minha poesia é fugaz e inútil maresia, raiz de ventania ...
willmendonca - WILLIAM MENDONÇA

Textos & Poesias || Sonetos
Imprimir
ARGONAUTA
Autor(a): WILLIAM MENDONÇA
ARGONAUTA

Caravela febril permanecida,
Vendaval cor violeta libertando
Das âncoras e amarras o argonauta
- despojado de todo seu heroísmo ...

A lenda subverteu o final previsto.
Mito desconstruído e remontado
ao acaso. Relógios e mensagens
nas garrafas conduzem quem navega.

Onde estarão o sonho, o velocino,
o destino de glória do guerreiro?
Onde, Poesia, o verso inacabado?

Que nau desmistifica a dor dos deuses?
Que continente abriga descobertas
nesta Era sem motivo? Qual oceano? ...


(Direitos reservados ao autor. Parte da coletânea "Alguns sonetos que fiz por aí ...", disponível em e-book. Download gratuito em http://www.recantodasletras.com.br/e-livros/2570211)

Publicado no site: O Melhor da Web em 24/05/2011
Código do Texto: 77203
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!
É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto
Meus Textos...







Galeria de Fãs