Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
EDUARDO EUGÊNIO BATISTA

A vida não procura a morte, se você sabiamente, não optar por merecê-la!
Setedados - EDUARDO EUGÊNIO BATISTA

Textos & Poesias || Sonetos
Imprimir
GUERRA DOS PRAZERES
Autor(a): EDUARDO EUGÊNIO BATISTA
GUERRA DOS PRAZERES

Quem és tu que assim minha vida tece,
Feito aranha na teia me prendendo?...,
Meu corpo seduzido ao teu, gemendo...,
Depois que o teu veneno me enlouquece!

Teu cheiro feminil tanto apetece,
Que por toda tua pele vou lambendo,
Até que se vá à língua amortecendo,
E muito mais meu sexo se enrijece!

Domada em meus abraços por inteira,
O jogo assim se inverte primoroso!
Deixo-te sorridente e mais guerreira...

Porém, no amor duelo é saboroso;
Quanto mais, seja de qualquer maneira,
Matando a nós dois, num intenso gozo!



Setedados777

Publicado no site: O Melhor da Web em 25/06/2012
Código do Texto: 92949
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!
É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto
Meus Textos...




[ 1311 ] Texto s indicado s , porém não é o autor.




Galeria de Fãs